ANÁLISE DE CONTROLE DE QUALIDADE DOS ALIMENTOS OFERECIDOS EM UMA UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA

Mariana Lima Rosa, Robinson Moresca de Andrade

Resumo


A Unidade de alimentação e nutrição é vista hoje como um dos estabelecimentos causadores de surtos de doenças transmitidas por alimentos, estes surtos estão relacionados à ingestão de grandes quantidades de bactérias patogênicas presente nos alimentos, vinculadas por manipuladores em processos de manipulação precária e sem hábitos higiênicos sanitários provenientes de falta de qualificação, associado a uma fiscalização deficiente. As Unidades de alimentação que não possui controle na qualidade do alimento final e não adere as BPM (Boas Práticas de Manipulação) oferecerem alimentos sem segurança para a saúde do consumidor, causando surtos por DTA (Doenças Transmitidas por Alimentos). Este trabalho tem como objetivo a análise da qualidade das frutas, legumes e verduras em uma UAN (Unidades de Alimentação e Nutrição) do município de Feira de Santana-BA, verificando se existe contaminação biológica, visando aprimorar os conhecimentos sobre a segurança alimentar e nutricional deste estabelecimento identificando os riscos que os comensais estão expostos. A pesquisa foi realizada utilizando métodos observacionais do comportamento dos funcionários da unidade enquanto manipulavam os alimentos, depois realizamos coleta de amostras destes alimentos para análises laboratoriais. A análise relata que alguns alimentos do tipo verduras, legumes e frutas estavam contaminados, concluindo que os manipuladores necessitam de treinamentos para desenvolver melhor suas atividades de forma a prevenir a contaminação dos alimentos.


Palavras-chave


Contaminação Cruzada. Alimentos contaminados. DVAs

Texto completo:

213-217

Referências


BRASIL. Lei n. 11.346, 15 de setembro de 2006. LEI DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL. Brasília (DF), 2006.

BRASIL. Agencia Nacional de Vigilância Sanitária. Regulamento técnico sobre as condições higiênico-sanitárias e de boas práticas de fabricação para estabelecimentos produtores/industrializadores de alimentos. Portaria n. 326, de 30 de julho de 1997. Brasília (DF), ANVISA, agosto de 1997.

FORSYTHE, Stephen. Microbiologia da Segurança dos Alimentos. ed. 2. Porto Alegre: ARTMED, 2013. 19-583p.

GERMANO, P. M. L; GERMANO, M. I. S. Higiene e Vigilância Sanitária de Alimentos. ed.4. Barueri: MANOLE, 2011. 1-989p.

OLIVEIRA, A. B. A. et al. Doenças transmitidas por alimentos, principais agentes etiológicos e aspectos gerais: uma revisão. Revista HCPA, Porto Alegre, p.279-285, setembro de 2010. Disponível em: . Acesso em: 23 de abril de 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Faculdade de Tecnologia e Ciências, FTC.