DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS NA GRAVIDEZ: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO SOBRE O CUIDADO DE ENFERMAGEM

Keila Cristina Costa Barros, Gléssia Carneiro Guimarães

Resumo


O consumo de drogas na sociedade encontra-se como um grande problema de saúde pública, atingindo significativamente a população obstétrica. Esse quadro contribui, de forma expressiva, para necessidade de uma atenção em enfermagem diferenciada. O presente estudo buscou analisar as produções científicas sobre os cuidados de enfermagem às gestantes usuárias de drogas lícitas e ilícitas no período de 2000 a 2015, tendo como objetivo: discutir o cuidado de enfermagem a essas pacientes, como também, identificar quais drogas lícitas e ilícitas são mais consumidas pelas mesmas.  Trata-se de um estudo bibliográfico do tipo exploratório, encontrando 13 artigos. Estabeleceu-se como estratégia para coleta de dados, artigos científicos indexados nas bases de dados Bireme (Centro Latino-americano e do Caribe de Informações em Ciências da Saúde), Scielo (Scientific Eletronic Library Online), com acesso através da busca eletrônica e publicações em revistas da classe de enfermagem. A exploração desses artigos permitiu delimitar para discussão e análise as seguintes categorias: a droga e a gravidez; entendendo para cuidar; entendendo a gestante usuária de drogas; o cuidado de enfermagem a gestante usuária de drogas. O uso das drogas lícitas, álcool e tabaco, foram detectados como os mais usados pelas gestantes. Se tratando de drogas ilícitas, estudos mostraram que o crack e a maconha são as mais consumidas, onde o uso do crack vem aumentando consideravelmente entre as gestantes e a maconha provavelmente seja a droga ilícita mais frequentemente utilizada na gestação. Observou-se que a enfermagem deve conhecer de forma integral essas gestantes – suas histórias de vida – para que dessa forma, possa prestar um atendimento eficaz. O campo científico deve estar atento para estas questões, para que desta maneira, forneça aos profissionais embasamentos teóricos que possam respaldar o atendimento a estas gestantes tão vulneráveis.

Palavras-chave: gravidez; drogas lícitas e ilícitas; cuidados de enfermagem.

 


Palavras-chave


Gravidez. Drogas Lícitas e Ilícitas. Cuidados de Enfermagem

Texto completo:

105-120

Referências


BARROS, M.A.; PILLON, S.C. Assistência aos usuários de drogas: A visão dos profissionais do Programa saúde da Família. Revista de Enfermagem UERJ. v.15, n. 2, p. 261-266, 2007.

BESSA, M.A. et al. Correlatos do uso de substâncias durante a gravidez na adolescência em São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Psiquiatria. v. 32, n. 1, p. 66-69, 2010.

COSTA, K.L.B.; TOCCI, H.A. O uso do álcool durante a gestação: possíveis problemas para a gestante e o feto. Revista de Enfermagem UNISA. V. 3, p. 50-56, 2001.

FIORENTIN, C.F.; VARGAS, D. O uso de álcool entre gestantes e os seus conhecimentos sobre os efeitos do álcool no feto. Revista Eletrônica de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas. v. 2, n. 2, p. 1-16, 2006.

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. Ed. São Paulo: Atlas, 2008. 200 p.

GONDIM, K.M.; SILVA, G.R.; MACÊDO, K.N. Repercussões do Tabagismo na gestação: Um levantamento bibliográfico. Revista Enfermaría Global, 2006.

HOLZTRATTNER, J.S. Crack, gestação, parto e puerpério: um estudo bibliográfico sobre a atenção à usuária. 2010. 58 p. UFRGS, Porto Alegre, 2010. Disponível em: . Acesso em: 01 de agosto de 2015.

KUCZKOWSKI, K.M. Anesthetic Implications of Drug Abuse in Pregnancy. J. Cli. Anesth., New York, v. 15, p. 382-394, 2003.

LAM, W.K.K.; WECHSBERG, W.; ZULE, W. African-American womem who use crack cocaine: a comparison of mothers who live with and have been separated from their children. Child Abuse & Neglect, North Carolina, v.28, p.1229-1247, 2004.

LEOPÉRCIO, W.; GIGLIOTTI, A. Tabagismo e suas peculiaridades durante a gestação: Uma revisão crítica. Jornal Brasileiro de Pneumologia. v. 30, n. 2, p. 176-185, 2004.

LUIS, M.A.V.; LUNETTA, A.C.F. Álcool e outras drogas: levantamento preliminar sobre a pesquisa no Brasil pela Enfermagem. Revista Latino-Americano de enfermagem. v. 13, p. 1219-1230, 2005.

NASCIMENTO, F.A. et al. A enfermeira pediatra cuidando de crianças/adolescentes com Síndrome Alcoólica Fetal (SAF). Revista de Enfermagem. v. 11, n. 4, p. 619-624, 2007.

OLIVEIRA, J.F.; PAIVA, M.S.; VALENTE, C.M.L. A interferência do contexto assistencial na visibilidade do consumo de drogas por mulheres. São Paulo, Revista Latino-Americano de Enfermagem, n.2, v.15, 2007.

OLIVEIRA, R.R. et al. Mulheres usuárias de crack: série de casos de gestantes atendidas em um hospital universitário. In: 61º CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM, 12, 2009, Fortaleza. Resumos... Fortaleza: UEM, 2009. Resumo 7585-7586.

OLIVEIRA, T.R.; SIMÕES, S.M.F. O consume de bebida alcoólica pelas gestantes: Um estudo exploratório. Revista de Enfermagem. v. 11, n. 4, p. 632-638, 2007.

PRENTICE, S. Substance misuse in pregnancy. Obstetrics, Gynaecology And Reproductive Medicine, Inglaterra, n.9, v.20, p.278-283, 2015.

ROBERTS, S.C.M.; NURU-JETER, A. Women’s perspectives on screening for alcohol drug use in prenatal care. Women’s Health Issues, New York, v.94, p.193-200, 2010.

RODRIGUES, D.T.; NAKANO, A.M.S. Violência doméstica e abuso de drogas na gestação. Revista Brasileira de Enfermagem. v. 60, n. 1, p 77-80, 2007.

ROSA, M.S.G.; TAVARES, C.M.M. A temática do álcool e outras drogas na produção científica de enfermagem. Revista de Enfermagem. v. 12, n. 3, p. 549-554, 2008.

SILVA, G.A.; VIRGÍLIO, E.C.D.; VERAS, N.A.S.; BRAGA, A.A. Assistência de enfermagem: Gestantes usuárias de drogas e pneumopatia. In: 70ª SEMANA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM, 5., 2009, Ceará. Resumos... Ceará: FVJ, 2009. Resumo 278-279.

SILVA, T.P.; TOCCI, H.A. Efeitos obstétricos, fetais e neonatais relacionados ao uso de drogas, álcool e tabaco durante a gestação. Revista de Enfermagem UNISA. São Paulo, v. 3, p. 50-56, 2002.

SIMPSON, M.; MCNULTY, J. Different needs: Women’s drug use and treatment in the UK. International Journal of Drug Policy, Liverpool, v.19, p.169-175, 2008.

SIQUEIRA, L.P.; FABRI, A.C.O.C.; FABRI, R.L. Aspectos gerais, farmacológicos e toxicológicos da cocaína e seus efeitos na gestação. Revista Eletrônica de Farmácia. V. 8, n. 2, p. 75-87, 2011.

TRIVIÑOS, A.N.S. Introdução à pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo, Atlas, 1995.

WRIGHT, A.; WALKER, J. Management of women Who use drugs during pregnancy. Seminars in Fetal & Neonatal Medicine, Amsterdam, v.12, p.114 e 118, 2007.

YAMAGUCHI, E. T.; CARDOSO, M.M.S.C.; TORRES, M.L.A.; ANDRADE, A.G. Drogas de abuso e gravidez. Revista Psiquiátrica Clínica, São Paulo, n. 1, v. 35, p. 44-47, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Faculdade de Tecnologia e Ciências, FTC.