PROTOCOLO DE ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO EM PACIENTES HIPERTENSOS

Brenner Queiroz dos Santos, Maria Palma Barreto

Resumo


A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma cardiopatia caracterizada pela elevação anormal da pressão arterial. a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera um indivíduo hipertenso quando a PAS é igual ou superior a 160mmHg e/ou a PAD supera 95 mmHg. A avaliação da hipertensão pelo dentista, para determinação da gravidade da doença é baseada nas informações obtidas na história médica: época da descoberta da doença, controle, alteração recente na medicação, esquema terapêutico (tipo de medicamento, doses e reações adversas), os aspectos de sua condição física, quais os procedimentos anestésicos, o registro da PA a cada consulta e medicamentos utilizados no tratamento do paciente. Este trabalho teve como  objetivo de elaborar um protocolo de atendimento odontológico aos pacientes hipertensos, atendidos pelo Serviço da Clínica Odontológica da FTC, evidenciando a importância do atendimento multidisciplinar para a prevenção, controle e tratamento desta enfermidade. Foram utilizadas as fichas clínicas dos pacientes hipertensos atendidos nas Clínicas de Odontologia da Faculdade de Tecnologia e Ciências – FTC (clínicas de estomatologia, dentística, radiologia, endodontia, cirurgia, ortodontia, próteses e as clínicas I, II, III e IV), de 2005 a 2015, adultos e idosos, ambos os sexos. Por meio dos prontuários foram obtidos dados sobre as principais queixas que levaram o hipertenso a procurar o atendimento odontológico, qual a patologia bucal evidenciada além do qual o tratamento realizado. Foi elaborado um guia prático para atendimento odontológico ao paciente portador de hipertensão arterial sistêmica e um modelo de Prontuário a ser utilizado para paciente com esta condição de saúde.

Palavras-chave


Pressão arterial. Cuidado bucal. Denstística. Diabetes.

Texto completo:

19-31

Referências


ABUABARA, A; HOEPFNER, C; Desmitificando o atendimento odontológico ao paciente hipertenso.RevBrasCardiol. p. 11-13, 2013.

ARAÚJO, L.C; BAVARESCO, C.S., Verificação do conhecimento e da conduta de odontólogos em relação ao manejo do paciente cardiopata na atenção primária à saúde. Revista de Atenção Primária à Saúde, vol. 14, n.2, 197-206, abr./jun., 2011.

BLOCH, K. V; MELO, A. N; NOGUEIRA, A. R. Prevalência da adesão ao tratamento de hipertensivo em hipertensos resistentes a validação de três métodos indiretos de avaliação e adesão. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, p. 2979-2984, 2008.

BRUNETTI, R. F.; MONTENEGRO, F. L. B. Odontogeriatria: noções de interesse clínico. São Paulo: Artes Médicas, 2002. p. 447-481.

CARVALHO, B.; et al. O emprego dos anestésicos locais em Odontologia: Revisão de Literatura. Rev. Bras. Odontol. 2013, vol.70, n.2, pp. 178-181. ISSN 1984-3747.

CORREIA, A. P. B; et al. ATENDIMENTO ODONTOLOGICO A PACIENTES HIPERTENSOS E DIABÉTICOS.Aimores, MG; 2011, Trabalho de Conclusão do Curso de Odontologia da FACS/UNIVALE.

CORREIA, B. P. A.; AMBROSIO, J. V. G.; VALENTE, K. A.; CARVALHO, N. S. M.; ALMEIDA, N. S.; RODRIGUES, S. M. Atendimento odontológico a pacientes hipertensos e diabéticos. Aimorés, MG, 28 p., 2008.

DA COSTA, A. N. F; VASCONCELOS, R.G.; VASCONCELOS, M. G.; QUEIROZ, L. M. G.; BARBOZA, C. A. G. Conduta Odontológica em Pacientes Hipertensos. Revista Brasileira de Ciências da Saúde. v. 17, n. 3, p. 287-292, 2013.

EQUIPE EDITORIAL BIBLIOMED. Paciente Hipertenso e a Odontologia, 2006.

FEITOSA-FILHO, G. S; et al. Emergências hipertensivas. Rev. Bras. Ter. Intensiva, São Paulo, v.3, n.20, p. 305-312, 2008.

HOLM SW, CUNNINGHAM LL JR, BENSADOUN E, MADSEN MJ. Hypertension: classification, pathophysiology, and management during outpatient sedation and local anesthesia.J Oral MaxillofalSurg, 64(1): 111-121, 2006.

INDRIAGO AJAA. Manejo odontologicodel paciente hipertenso. Acta OdontolVenezoel, 45(1): 1-8, 2007.

MENIN, C.; Bortoloto, F. G.; Gentini, R. F.; Farah, G. J.;Iwaki Filho, L.; Iwaki, L. C. V.; Leite, P. C. C. Avaliação de Pacientes Hipertensos na Clínica de Cirurgia do Terceiro Ano do Curso de Odontologia do CESUMAR.Iniciação Científica CESUMAR, v. 8, n. 2, p. 147-156, jul./dez. 2006.

MORAIS, V. S. Atendimento odontológico para indivíduos com hipertensão arterial. Trabalho de Conclusão de Curso (especialização em ABSF) - Faculdade de Medicina da UFMG. Conselheiro Lafaiete - MG, 2012, 43 p.

NASCIMENTO, E. M.; et al. Abordagem odontológica de pacientes com hipertensão - um estudo de intervenção. RFO UPF, v.16, n.1, p. 30-35, 2011.

NETO, E. J. P. S. Tratamento odontológico para pacientes com comprometimentos sistêmicos.Centro de Ciências da Saúde - UFP.João Pessoa, 2010, 52p.

NEW YORK HEART ASSOCIATION - Use of epinephrine in connetion with procaine in dental procedures.J Amer. Dent.Ass. 50: 108-110, 2006.

OIGMAN, W.Sinais e sintomas em hipertensão arterial. JBM, v. 102, n. 5, set/out, 2014.

OIGMAN, W.; NEVES, M. F.; GISMONDI, R. A. O. C.; Como diagnosticar e tratar hipertensão arterial. Hospital Universitário Pedro Ernesto, 2014.

OLIVEIRA AEM, SIMONE JL, RIBEIRO RA. Pacientes hipertensos e a anestesia na odontologia: devemos utilizar anestésicos locais associados ou não com vasoconstritores? HU Rev, 36(1): 69-75, 2010.

SALIM, M. A. A. et al. Identificação da hipertensão arterial sistêmica e fatores de risco em pacientes atendidos nas clinicas de cirurgia bucomaxilofacial da faculdade de odontologia da Faesa (ES). Rev. Bras. de Odontol., Rio de Janeiro, v. 68, n. 1, p.39-43, 2011.

SANTOS, T.S. et al. Abordagem atual sobre hipertensão arterial sistêmica no atendimento odontológico. Odontologia Clínico- Científica, Recife, vol.8, n.2, p. 105-109, abr/jun., 2009.

SEGURA-EGEA JJ, JIMENEZ-MORENO E, CALVOMONROY C, RÍOS-SANTOS JV, VELASCO-ORTEGA E, SÁNCHEZ-DOMÍNGUEZ B, et al. Hypertensionand dental periapicalcondition. Clin Res, 36(11):1800-1804, 2010.

SIQUEIRA, A. L.; ROCHA, F. S.; CARVALHO, Q. A. Uso de anestésicos locais com vasoconstrictor em pacientes hipertensos. Universidade Federal de Uberlândia, 2008.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE HIPERTENSÃO. VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial. Rev. Bras. Hipertens, 2010.

SONIS, S. T.; FAZIO, R. C.; FANG, L. Princípios e prática de medicina oral: Hipertensão.2. ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p.37-44, 1996.

TERRA, R. N. Procedimentos odontológicos frente ao paciente com hipertensão arterial sistêmica. São José dos Campos; 2008. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado a Faculdade de odontologia de São José dos Campos.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Faculdade de Tecnologia e Ciências, FTC.