ESTUDO EXPLORATÓRIO DAS TECNOLOGIAS QUE AUXILIAM AS ATIVIDADES DAS INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS (IG)

Luiz Antonio da Silva Gonçalves, Bethânia de Araújo Almeida, Max Davi Dantas Matos, Hugo Saba Pereira Cardoso

Resumo


I

Indicação Geográfica é usada para identificar a origem de produtos ou serviços advindos de locais que tenham se tornado conhecido ou quando determinada característica ou qualidade do produto ou serviço se deve a sua origem.A IG é uma alternativa para o desenvolvimento do território, contribuindo para a agregação de valor à cadeia produtiva e ao comércio local e regional. O presente artigo tem como objetivo realizar uma prospecção tecnológica do panorama mundial de patentes depositadas,visando identificar as tendências tecnológicas relacionada ao auxílio de IG, mais especificamente os Players envolvidos. A metodologia desta pesquisa empregou a busca na base de dados do banco de patentes do Questel-Orbit, encontrou um total de 47 patentes depositadas no período entre 1985 a 2018. Os resultados mostram que as tecnologias voltadas para o desenvolvimento destes produtos estão depositadas em sua maioria na Chinae em sua maioria ocorreram no ano 2016, ano em que a China recebeu em seu Escritorio Estatal de Propriedade Intelectual (SIPO) um numero recorde de solicitações de registros de patentes, chegando a 1,3 milhões.


Palavras-chave


Prospecção Tecnológica. Indicação Geográfica. Propriedade Intelectual.

Texto completo:

56-67

Referências


BRASIL, Lei 9.279 de 14 de maio de 1996. Regula direitos e obrigações relativos à proprie-dade industrial. Disponívelem:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/l9279.htm>. Aces-sado em 05 jul. 2018

COMISSÃO EUROPEIA. 2017. Comunicado de imprensa. Cem indicações geográficas eu-ropeias a proteger na China. Bruxelas.

CORRÊA, G. B. A. 2006. Proteção Legal das Indicações Geográficas. Rio Grande do Sul: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. 2006. Disponível em . Acesso em: 25 jun. 2018.

FARIAS, T.P., FARIA, F.A. 2018. Prospecção tecnológica de patentes para produção de produtos medicinais à base de morinda. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 11, n. 1, p.137-145.

FILHO, S. A. R. 2009. Indicações geográficas: A proteção do patrimônio cultural na sua di-versidade. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 234p. Dissertação de Doutorado.

IZOULET, P.; IZOULET, P. 1985. Apparatus for marking cheeses, especially the type of marking consisting of stamping information such as appellations d'origine, manufacturer's trademarks and other similar information. FR2589320.

MACIEL, R. F. 2016. Patentes, Trump, a China e o Brasil. Linkedin. Disponível em:. Acesso em: 4 de jul de 1018.

SPEZIALI, M. G.; SINISTERRA, R. D. 2015. Buscas de Informações Tecnológicas com Base de Dados de Patentes: Estudo de Caso dos Líquidos Iônicos no Brasil. Química Nova, São Paulo, v. 38, n. 8. Disponível em:< http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-4042201500080113>. Acesso em: 29 de janeiro de 2018.

WIKIPEDIA. Enciclopédia livre. Univesidade de Jiliang da China. Disponível em https://en.wikipedia.org/wiki/China_Jiliang_University >. Acessado em 05 jul. 2018


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Faculdade de Tecnologia e Ciências, FTC.